terça-feira, 13 de março de 2012

Edgardo Costa Madeira

Nasceu numa sexta-feira, 13 de Março de 1976, às vinte e trinta horas, na freguesia de São José, cidade de Ponta Delgada e é filho de Belmira do Espírito Santo Costa e de Manuel Jacinto Madeira.
Estudou na Escola de Vila Franca do Campo, e depois no Liceu Antero de Quental, onde concluiu o ensino secundário, em 1994, com média final de 17 valores.
Em Julho de 2000 concluiu com êxito a Licenciatura no Ensino Básico – I Ciclo, com a classificação final de 13 valores, último sucesso de que se tem notícia.
Foi então colocado, em 2000, na Madalena, na Ilha do Pico; em 2001, em Câmara de Lobos, na Madeira; em 2002, em Vila Franca do Campo; em 2004, na Vila do Nordeste; em 2005, no Faial da Terra; em 2008, novamente na Vila do Nordeste e, em 2011, na Povoação.
Já colaborou, com textos, com os Jornais: “Vanguarda”, “A Vila”, “A Crença”, e, esporadicamente, com o “Correio dos Açores”, o “Açoriano Oriental”, o “Diário dos Açores” e o “Demoliberal”.
Como cartoonista, fez publicações no “Vanguarda”, na Revista “Açores Jovem” e semanalmente no Diário de Notícias, tendo sido premiado na maioria das vezes. Tem uma história dos Açores em Banda Desenhada publicada no álbum “Histórias da História” publicado pela Região Autónoma dos Açores.
Dedica-se também à pintura a óleo, sobre temas sacros, embora num estilo muito contemporâneo.
Como fotógrafo, foi premiado na cidade da Horta em 2001, e pelo DN Jovem, e fez, em 2003, uma exposição “Retratinhos da Madeira”, no Salão Nobre da Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca do Campo.

Foi militante do CDS, em 1999, e, em 2001, candidato à Assembleia Municipal de Vila Franca do Campo.
Em 2005 foi nomeado, pelo Dr. Manuel Monteiro, Coordenador dos Açores do PND - Nova Democracia, tendo sido o cabeça de lista deste Partido à Assembleia da República, tendo recolhido a confiança de 680 eleitores.
Em 2008 apoiou activamente a Campanha do Eng. Gonçalo da Camara Pereira, pelo PPM, à Assembleia Legislativa Regional. Desde então tem colaborado com o deputado eleito pelo Corvo, Dr. Paulo Estevão, já lhe tendo prestado apoio parlamentar, na cidade da Horta.

Desde 2002, abrilhanta, como Baixo, o Coro da Prioral Matriz do Arcanjo São Miguel, e colabora com a Capela da Matriz de Ponta Delgada, na Missa Dominical das Cinco horas.
É cartoonista oficial da Identidade em papel e belíssimo actor mudo dos teatros- bailinhos de Carnaval das Casas do Frias.
Possuidor de vasta cultura, distinguido, em 2003, pela Biblioteca Municipal de Vila Franca do Campo como o leitor do ano, é tão bem humorado quanto despistado, figura ímpar, ou, como é carinhosamente chamado pelos mais novos da Casa, o titi Dádá...

4 comentários:

Gisela Gusmão disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisela Gusmão disse...

Melhor do que o texto, só a relíquia da foto que o ilustra! Um mimo! Viva o titi! E não se esqueça que nasceu no mesmo dia do Pato Donald.

Anónimo disse...

Nasci no mesmo dia que o músico português João Costa!
Há muitas indiscrições a navegar por estas nets ...

O proprio

Frederico Sampaio disse...

Agora conheço realmente este indivíduo, também conhecido aqui em casa como "É Ponto".

Agradeço que reencaminhem os nossos votos de Parabéns!

Cumprimentos

Frederico