terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Nasceu el Rei.

A ser verdade que D. Sebastião ainda possa regressar, fará hoje a bonita idade de 555 anos. Nascido em dia de São Sebastião, a 20 de Janeiro de 1554, do mártir romano tomou o nome. Décimo sexto Rei de Portugal, filho do príncipe D. João e de D. Joana de Áustria, nasceu em Lisboa, a 20 de Janeiro de 1554, e morreu, em Alcácer Quibir, a 4 de Agosto de 1578. Sucedeu a seu avô D. João III, sendo o seu nascimento esperado com ansiedade, enchendo de júbilo o povo, pois a coroa corria o perigo de vir a ser herdada por outro neto de D. João III, o príncipe D. Carlos, filho de Filipe II de Espanha. Como cantou Camões:
"E vós, ó bem nascida segurança
Da Lusitânia antiga liberdade,
E não menos certíssima esperança,
De aumento da pequena Cristandade,
Vós, ó novo temor da Maura lança,
Maravilha fatal da nossa idade,
Dada ao mundo por Deus, que todo o mande,
Pera do mundo a Deus dar parte grande."

2 comentários:

Edgardo disse...

E, pois, neste efemeridioso blog,
Mais do que no Correio ou Diário
(Que tais pasquins logo este sacode),
Celebramos certíssimamente calendário,
Comemoração não banal de A Identidade,
Metendo a contemporaneidade ao lado;
A pequena comunidade por grã vaidade
Dado de em futuro passado a saudade

GUSMÃO disse...

Edgardo, não é só na concorrência contemporânea que o reconhecem como o melhor comentador. Aqui também sabemos que o é de todos os tempos...